00:00:00
Home / Cidade / VIGILÂNCIA REFORÇA ALERTA CONTRA A LEISHMANIOSE E ESCORPIÕES
Lixo acumulado, galhos e restos de árvores, já retirados pelo Projeto Limpeza Beleza, no setor Norte, neste mês de janeiro

VIGILÂNCIA REFORÇA ALERTA CONTRA A LEISHMANIOSE E ESCORPIÕES

 

Vigilância Epidemiológica e Sanitária, alerta a população para os riscos de escorpiões, leishmaniose e mosquito Aedes neste verão
Vigilância Epidemiológica e Sanitária, alerta a população para os riscos de escorpiões, leishmaniose e mosquito Aedes neste verão

Em 2016 não houve  nenhum caso registrado de leishmaniose em humanos no município, mas  cerca de 40 cães infectados com a doença, são encaminhados para a eutanásia por mês. Escorpiões também representam perigos nessa época do ano.  A população canina em Junqueirópolis é de aproximadamente 2 mil animais. .

O alerta à população é da  Vigilância Epidemiológica (VE) e Sanitária (Visa) de Junqueirópolis,  para  as precauções contra a leishmaniose e  escorpiões neste verão chuvoso.

A coordenadora da VE e VISA, Gláucia Damasceno Clemente, informa que os trabalhos de prevenção  e combate à leishmaniose realizados pela Vigilância no município, incluem às terças e quintas-feiras, coleta de sangue para análises em laboratório e vistorias em animais suspeitos, a maioria cães domésticos, solicitadas pelo proprietário.

Em agosto está programado, junto com a campanha de vacinação contra a raiva, a realização de inquéritos caninos nos cães que forem vacinados, também para fazer análises sanguíneas.

Nas visitas em 100% dos imóveis do  município, os agentes fazem vistorias e orientam os moradores na prevenção da leishmaniose e escorpiões. Também atendem denúncias de moradores.

Os riscos de escorpiões nessa época é que aumenta a procura por alimentos, insetos como a barata
Os riscos de escorpiões nessa época é que aumenta a procura por alimentos, insetos como a barata

ESCORPIÕES- Neste período de chuva e calor,  conforme a coordenadora da Vigilância, aumenta os riscos de picadas por escorpiões.

“A partir de outubro, com o tempo de chuvas e o calor é perigoso, aumenta a busca dos escorpiões por alimentos”, informa a coordenadora da Vigilância. Os  escorpiões se alimentam de insetos, principalmente baratas e também de aranhas.

Para prevenir contra os aracnídeos venenosos, a coordenadora reitera as visitas e vistorias que  agentes da VE e Visa, fazem  em 100% dos imóveis do município, nas zonas urbana e rural e orientam os moradores.

Glaucia também informa que  esta época do ano, é a de maior  incidência de surgimento e picadas de escorpiões. “É quando as pessoas, em férias, vão fazer arrumações em cômodos e instalações de madeira, principalmente na zona rural”, informa.

Em outubro do ano passado, houve um caso de óbito suspeito de picada de escorpião no município. Uma criança de dois anos e meio, moradora da zona rural. O laudo da causa morte, conforme a coordenadora, ainda não saiu. Ela ressalta que não há veneno comprovado para eliminar o escorpião.

 

O objetivo do projeto de limpeza urbana, é retirar dos imóveis, possíveis focos de procriações de bichos peçonhentos, mosquito Aedes (dengue) e palha (leishmaniose)
O objetivo do projeto de limpeza urbana, é retirar dos imóveis, possíveis focos de procriações de bichos peçonhentos, mosquito Aedes (dengue) e palha (leishmaniose)

LIMPEZA – projeto Limpeza Beleza, reitera a coordenadora,  tem o  objetivo de prevenir contra a leishmaniose, escorpiões e o Aedes aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya, zika vírus e febre amarela.

A cada três meses, explica Gláucia,  a Prefeitura recolhe móveis velhos, restos de construções, galhos de podas de árvores, para eliminar criadouros dos mosquitos Aedes, escorpiões e do mosquito-palha (ou birigui), transmissor do protozoário leishmania chagas.

A coleta dos objetos depositados nas calçadas é realizada por setores do município, identificados por cores. A amarela é o centro, o setor sul é vermelho,  o norte é é azul, o  leste é verde e oeste, laranja.

 

Mosquito palha, ou birigui, é o transmissor da leishmaniose
Mosquito palha, ou birigui, é o transmissor da leishmaniose

LEISHMANIOSE VISCERAL

Leishmaniose visceral, ou calazar, é uma doença transmitida pelo mosquito-palha ou birigui (Lutzomyia longipalpis ) que, ao picar, introduz na circulação do hospedeiro o protozoário Leishmania chagasi.

 

Embora alguns canídeos (raposas, cães), roedores, edentados (tamanduás, preguiças) e equídeos possam ser reservatório do protozoário e fonte de infecção para os vetores, nos centros urbanos a transmissão se torna potencialmente perigosa por causa do grande número de cachorros, que adquirem a infecção e desenvolvem um quadro clínico semelhante ao do homem.

 

A doença não é contagiosa nem se transmite diretamente de uma pessoa para outra, nem de um animal para outro, nem dos animais para as pessoas. A transmissão do parasita ocorre apenas através da picada do mosquito fêmea infectado.

 

Na maioria dos casos, o período de incubação é de 2 a 4 meses, mas pode variar de 10 dias a 24 meses.

Sintomas

 

Imagem 064
Mais galhos e restos das árvores retiradas de terrenos e moradias, no projeto de limpeza urbana

Os principais sintomas da leishmaniose visceral são febre intermitente com semanas de duração, fraqueza, perda de apetite, emagrecimento, anemia, palidez, aumento do baço e do fígado, comprometimento da medula óssea, problemas respiratórios, diarreia, sangramentos na boca e nos intestinos. DSC_0751

Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

PROMOTORA DE JUSTIÇA TITULAR É EMPOSSADA NO FÓRUM DA COMARCA

(Jornal A Notícia) -A promotora de Justiça, Jamile Tavares, 35, tomou posse como titular no ...