00:00:00
Home / Cidade / Cooperjunq coleta 80 toneladas de materiais recicláveis ao mês, mas meta é aumentar
Separação dos reciclados na Cooperjunq: coleta seletiva tem adesão hoje de 80/% da população

Cooperjunq coleta 80 toneladas de materiais recicláveis ao mês, mas meta é aumentar

Cooperjunq possui 33 cooperados que trabalham na coleta, separação e compactação dos produtos recicláveis

A separação do lixo reciclado entregue à coleta seletiva tem hoje a adesão de 80% da população, conforme informa a Cooperativa de Trabalho dos Catadores de Materiais Recicláveis  de Junqueirópolis (Cooperjunq.), que tem como meta, ampliar ainda mais essa prestação de  serviço aos moradores.

“O que irá representar não só uma melhoria na renda dos cooperados, como também abrir novos postos de trabalho”, avalia a presidente da Cooperjunq, Elenice Moreira. A Cooperjunq (antiga Acajunq.) coleta em média atualmente 80 toneladas de reciclados por mês.

Apesar do recolhimento dos recicláveis percorrer 100% da cidade, as adesões ao programa de coleta seletiva é aproximadamente 80%. “Se as adesões aumentarem podemos chegar 100 toneladas por mês”, analisa o vice-presidente da Cooperjunq, Evaldo Lourenço.  A coleta é feita diariamente, de segunda a sexta-feira, em cinco setores urbanos.

A presidente e o vice explicam que hoje a Cooperjunq possui 33 cooperados. “Ou seja, 33 famílias que vivem da coleta seletiva”, ressaltam. A renda mensal de cada um passa um pouco do salário mínimo.

ALERTA- Elenice explica que há uma perda de 10% a 20% do material coletado todos os meses, devido os rejeitos.  “Principalmente por materiais não recicláveis, como o papel higiênico e os orgânicos a exemplos de restos de comidas e animais mortos”, informa.

A presidente ressalta que esse tipo de produto impróprio, além de dar muito trabalho para ser retirado  na hora da seleção pode contaminar outros materiais que poderiam ser reciclados. “Com a separação correta a produtividade  na cooperativa será melhor”, chama a atenção.

Apesar desta perda com o descarte, a Cooperjunq mantém a média de 80 toneladas coletadas ao mês. Com exceção nos meses de inverno em que a tendência é reduzir até 10%, como ocorreu no ano passado.

O material reciclado é coletado de segunda a sexta e transportado para a Cooperativa para separação e compactação

CONSCIENTIZAÇÃO- A conscientização, conforme os dirigentes da Cooperativa é a melhor forma dos moradores não misturarem o lixo reciclável com os que contaminam o ambiente. São mais de 35 itens que podem ser separados no saco verde de plástico distribuído para os moradores e recolhidos pelos coletores uma vez por semana.

Entre estes estão garrafas pets, plásticos, papelão, alumínio e sucata em geral (latas, fogões, geladeiras velhos, entre outros).

Os cooperados  trabalham na coleta dos materiais na cidade, na separação do recicláveis, na prensa e demais serviços na sede da Cooperativa, localizada ao lado da estrada vicinal José Siniciato a cerca de 1 km da zona urbana.

A presidente e o vice da Cooperjunq, ressaltam  o apoio que a Cooperativa recebe da Prefeitura para a infraestrutura da entidade. Hoje possui uma sede com sanitários, escritório e refeitório. O expediente do serviço é das 8h às 18h e dependendo a demanda dos serviços, trabalham também aos sábados.

As reivindicações da Cooperjunq, conforme informam os dirigentes são a pavimentação do pátio que é de terra e prejudica os serviços em dias de chuvas e também dois ônibus para substituir os atuais que estão bastante precários.

A presidente e o vice da Cooperjunq, Elenice Moreira e Evaldo Lourenço
Os materiais já separados e compactados prontos para serem comercializados com empresas de reciclagem
Máquina de compactação
A sede da Cooperjunq, ao lado da estrada vicinal José Siniciato
Refeitório para os cooperados

 

 

Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

Clube  Desbravadores e Semente da Vida promovem encontro com atividades interativas

  O Clube de Desbravadores Guardiões e a equipe Ohana do Projeto Semente da Vida ...