00:00:00
Home / Cidade / Junqueirópolis comemora o 73º aniversário de fundação
Rua Rui Barbosa: comemorações do aniversário prosseguem até dia 28/6

Junqueirópolis comemora o 73º aniversário de fundação

Trevo de entrada da cidade, na SP-294

 

O município de Junqueirópolis, completa nesta quarta-feira, 13/6, 73 anos de fundação. A programação de eventos teve início no dia 2 e prossegue até o próximo dia 24/6.

Para a data do aniversário,  hoje, às 9h  haverá apresentações cívicas das escolas municipais e entidades, no Ginásio de Esportes Cícero Gomes, às 12h, almoço por adesão no Junqueirópolis Esporte Clube (JEC) e às 18h, procissão e missa do padroeiro Santo Antônio, com saída da praça do Centenário.

Fundada por Álvaro de Oliveira Junqueira,  o município possui, segundo estimativa do IBGE, em 2017, 20.353 moradores. Acompanhe abaixo demais dados sobre Junqueirópolis que constam no banco de dados do IBGE Cidades.

População estimada [2017] 20.353 pessoas
População no último censo [2010] 18.726 pessoas
Densidade demográfica [2010] 32,12 hab/km²

 

Eleitores: 13.214 (Justiça Eleitoral)

Prefeito: Hélio Aparecido Mendes Furini

Vice-Prefeita: Sofia Rodrigues

Câmara: 9 vereadores- Presidente: Eliseu Adriano

Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2015] 2,6 salários mínimos
Pessoal ocupado [2015] 6.897 pessoas
População ocupada [2015] 34,4 %
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010] 34,5 %

 

Praça e Matriz Santo Antônio, onde o cruzeiro foi erguido em 13 de junho de 1945

Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010] 96,8 %
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015] 7.8 
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015] 5.6 
Matrículas no ensino fundamental [2015] 2.083 matrículas
Matrículas no ensino médio [2015] 528 matrículas
Docentes no ensino fundamental [2015] 129 docentes
Docentes no ensino médio [2015] 47 docentes
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2015] escolas
Número de estabelecimentos de ensino médio [2015] escolas
Mortalidade Infantil [2014] 8,06 óbitos por mil nascidos vivos
Cristo Redentor, na via de acesso ao centro

 


TERRITÓRIO E AMBIENTE
Área da unidade territorial [2016] 582,565 km²
Esgotamento sanitário adequado [2010] 92,3 %
Arborização de vias públicas [2010] 90,1 %
Urbanização de vias públicas [2010] 51,3 %

 

O texto abaixo reporta o momento da fundação de Junqueirópolis, ,13 de junho, quando os pioneiros ergueram o cruzeiro e está contido nas pesquisas da história oficial do município, que pode ser acessada por completo nos sites da Prefeitura e Câmara Municipal.

 73 ANOS  HISTÓRIA DA FUNDAÇÃO DE JUNQUEIRÓPOLIS

No intuito de trazer o conforto espiritual para todos aqueles que aproximavam-se de suas extensões, bem como, especulavam em torno do projeto de urbanização na tentativa de encontrarem uma economia em expansão para conquistarem melhores condições de vida diante da abertura de um clarão, o dono das terras, Álvaro de Oliveira Junqueira,  assessorado por inúmeros colonizadores, resolveu erguer uma “cruz de madeira” feita pelo senhor Possato com a matéria-prima retirada das matas.

Na realidade, ao encontrar o “cruzeiro” numa clareira que acabara de ser aberta na floresta, aqueles que participaram buscavam inserir diante do cotidiano inóspito do desbravamento aquilo que eles imaginavam ser uma “fé inquebrantável”.

Com algumas dezenas de pessoas que seguiam o credo católico, tendo ao centro o dono efetivo das terras, aquele momento ficou caracterizado como um dos mais importantes daqueles anos de desbravamento.

Tratava-se do dia 13 de junho de 1945. Em homenagem ao Santo Antônio de Pádua, o símbolo da fé católica foi introduzido no cotidiano dos que chegaram na região ou estavam por estabelecerem-se levando os valores de suas terras natais.

Diante deste ato simples, mas de grande significado religioso, uma tradição passou a ser relevada na vida daqueles que estavam trabalhando sob a chefia de Álvaro. A “cruz” e o “machado” caracterizavam um grupo de colonizadores ambiciosos por conquistar melhores condições de vida com o “trabalho” e sedentos por uma proteção no seu dia-a-dia que apenas poderia ser sanada com a introdução da “religião”.

Nascia, dessa forma, paralelamente nas terras de Junqueira, uma definição clara de que era o desmatamento, seja no sentido imaginário ou econômico. Por mais que se queira entender as intenções deste ato realizado no dia 13 de junho de 1945, não passava pela consciência daqueles que ali estavam a ampliação significativa dos clarões seguida por um surto de povoamento.

Para Álvaro, “dificilmente seria prevista pelos poucos espectadores daquela solenidade, o início de uma povoação com ascensão formidável”.

 

Rui Barbosa é decorada em comemoração aos 73 anos e a Copa do Mundo 2018
Lar Santo Antônio (Asilo), uma das entidades assistenciais de Junqueirópolis
Imagem no trevo de Junqueirópolis, terça-feira, 12/6, véspera do aniversário
Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

Gueitebol de Junqueirópolis conquista Campeonato Brasileiro em São Paulo

A equipe de Gueitebol do Junqueirópolis Tênis Clube (JEC) conquistou o 1º lugar (campeão) do ...