00:00:00
Home / Cidade / Cooperjunq lança campanha para reforçar a coleta seletiva na cidade
Campanha visa conscientizar a população sobre importância da coleta seletiva do lixo urbano

Cooperjunq lança campanha para reforçar a coleta seletiva na cidade

A Cooperativa de Trabalho dos Catadores de Materiais Recicláveis  de Junqueirópolis (Cooperjunq.), lançará neste sábado, 4/8, às 9h,  uma campanha para reforçar junto à população a  importância da coleta seletiva do lixo urbano assim como a separação correta dos materiais  recicláveis

A campanha terá início com uma passeata sábado, 4/8, às 9h, na rua Rui Barbosa, com parada na praça Álvaro Junqueira. Durante o trajeto os cooperados  distribuirão folhetos  contendo ilustrações para mostrar à população de forma didática  o que é a a coleta seletiva e  orientações para a separação corretas dos materiais  que iriam para o lixo comum e que reciclado se transformam em matéria-prima para produção de  uma infinidade de produtos.

Na próxima semana, a partir de  segunda-feira, 6/8, a campanha prossegue  com a divulgação dos folhetos  e explicações pelos catadores  nas casas dos moradores do município.

Segundo a coordenadora municipal do Meio Ambiente, Bianca Fazioni e a presidente da Cooperjunq, Elenice Moreira, a campanha visa mostrar aos moradores como funciona a coleta seletiva, inclusive  convidando-os a visitarem a sede da cooperativa e conhecer os processos do programa, desde a coleta até a separação e compactação dos materiais para venda.

Ambas ressaltam que é alto o índice de desperdício de material reciclável, colocado em sacos pretos ou sacolas plásticas do lixo doméstico e acaba sendo enviados para o aterro sanitário municipal onde é descartado e onde não pode mais ser retirado, resultando na perda de materiais recicláveis que poderiam ter ajudar a Cooperativa.

Há também o outro lado, de produtos que não são recicláveis e depositados incorretamente nos sacos plásticos verdes entregues aos moradores descartarem os reciclados. Chegam á cooperativa desde papel higiênico e absorventes usados, seringas hospitalares  e até casos de animais mortos. A campanha  também visa alerta a população neste sentido.

A  mobilização tem objetivo ainda é ouvir  moradores que deixaram de separar os materiais, mostrando a eles a importância de voltarem a aderir ao programa da coleta seletiva do município.

A  Cooperjunq possui hoje 33 cooperados e coleta em média 80 toneladas de materiais por mês  quantidade que  pode atingir as 100 toneladas, conforme  apontam estudos da Diretoria do Meio Ambiente e  da Cooperativa.

 

Folhetos ilustrativos com orientações serão distribuídos à população
Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

Forte ventania causa queda de postes, árvores e energia elétrica no município

O forte temporal com ventania e raios que atingiu a cidade por volta das 18h30 ...