00:00:00
Home / Cidade / Feriado de Finados movimenta o cemitério de Junqueirópolis

Feriado de Finados movimenta o cemitério de Junqueirópolis

 Cerca de 8 mil pessoas prestaram homenagens aos entes queridos falecidos

O dia ensolarado desta sexta-feira, 2/11, foi marcado por muitas homenagens no Cemitério Municipal de Junqueirópolis. Com flores e velas, diversos junqueiropolenses e visitantes de outras cidades seguiram a tradição de Finados com orações e preces aos entes queridos já falecidos.

Como é de costume, muitos ambulantes e entidades aproveitaram o movimento para comercializar flores, velas e fósforos nas imediações do portão de entrada do cemitério. Sem contar, é claro, com aqueles que aproveitaram a data para garantir um dinheiro extra com a praça de alimentação.

Na Avenida da Saudade, os boxes comerciais foram tomados por vendedores de salgados, pastéis, lanches, água e refrigerantes, além do tradicional caldo de cana. Também não faltaram os vendedores de frutas, como melancia, laranja, uva e abacaxi.

O cemitério ficou aberto das 7h às 17h. Com movimentação durante todo o dia, o maior fluxo de pessoas foi registrado na parte da manhã.

Além de acender velas nos túmulos dos parentes sepultados em Junqueirópolis, muitos também acenderam velas no cruzeiro, em oferecimento aos entes que estão sepultados em outros lugares distantes.

Funcionários do cemitério ganharam o reforço de colegas de outros setores, que auxiliaram os visitantes e também efetuaram a limpeza ao longo do dia.

Apesar da intensa movimentação, sempre vigiada pelo papai, a mamãe quero-quero continuou tranquilamente a chocar seus ovinhos ao lado da catacumba de número 3.254.

E como já é tradição, o túmulo mais visitado foi o da jovem Nadir de Souza, o primeiro logo na entrada do cemitério. Nadir faleceu aos 14 anos de idade, vítima de acidente de trânsito. Segundo relatos, ela teria sido atropelada por um caminhão no dia 19 de abril de 1960.

Algumas pessoas dizem que ela é uma Santa e muitas famílias recebem graças, principalmente as crianças. Daí o significado de tantas bonecas depositadas no seu túmulo.

Missa de Finados

Na segunda hora após a abertura do expediente, centenas de fiéis católicos lotaram as dependências do cemitério para celebrarem a tradicional Missa de Finados, que foi presidida pelo pároco Valdo Bartolomeu de Santana e co-celebrada pelo diácono Edson Barbosa.

De acordo com padre Valdo, no Dia de Finados comemora-se o dia dos fiéis defuntos. “Depois do dia de todos os Santos e Santas, a Igreja Católica celebra pelas nossas irmãs e irmãos fiéis falecidos”, explicou.

Ainda segundo informou o padre, em comunhão dos Santos o povo de Deus da Igreja Peregrina reza para os irmãos falecidos, de maneira especial para aqueles que estão a caminho, estão na Igreja esperando a Glória de Deus. “Aqueles que já estão na Glória de Deus, intercedem por nós. Já aqueles que estão a caminho, por causas diversas, nós rezamos por eles para que cheguem logo à Glória de Deus”, disse padre Valdo, explicitando que a oração é muito importante.

O religioso pede para o povo católico acreditar na ressurreição, porque Jesus é o caminho, a verdade e a vida. “Todos nós queremos chegar um dia a Glória de Deus. Para isso, o Evangelho é muito iluminador. Para nós chegarmos a glória de Deus, Jesus, é servindo os pequeninos. Se nós caminharmos o tempo todo servindo a Jesus, no pobre, no pequeno, no enfermo, no preso, nós vamos um dia chegar à Glória”, garantiu.

Padre Valdo disse ainda que é muito importante também viver o espírito de comunhão, amar e partilhar. “Se nós vivermos amando aqui, quando chegarmos em Deus, que é puro amor, será muito mais fácil. Vivamos no amor, para encontrarmos o amor que é Jesus”, finalizou.

Registro Fotográfico: 

Comente com o Facebook !!

Sobre Fernando Ramos

Fotógrafo, repórter, representante comercial, sócio-proprietário do Jornal Conexão de Junqueirópolis e parceiro do portal Junqueirópolis em Dia.

Veja Também

Administração municipal conta com aprovação de 90%

(Ass. Imprensa-Prefeitura) –  A empresa B & L Consultoria em Pesquisas,  apresentou essa semana o ...