00:00:00
Home / Cidade / Município VerdeAzul: Junqueirópolis  fica em 69º  lugar  no Estado, mas entra com recurso
No ítem resíduos sólidos, Junqueirópolis obteve 9.68 pontos

Município VerdeAzul: Junqueirópolis  fica em 69º  lugar  no Estado, mas entra com recurso

Já no ítem arborização urbana, a nota atribuída foi 5.79

Junqueirópolis  foi classificada em 69º lugar no ranking estadual do Programa Município VerdeAzul (PMVA) 2018, com 77.89 pontos mas ingressou com recurso contestando algumas notas conferidas em itens julgados.

O PMVA é um programa da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA), que premia os municípios com melhor desempenho no Estado, levando-se em conta dez quesitos (diretivas) ambientais.

São conferidos certificados do PMVA aos municípios que alcançam mais de 80 pontos na soma da pontuação. Nesse ano, 69 municípios  receberam os certificados entregues no Palácio dos Bandeirantes, no dia 20 de dezembro.

Apesar de Junqueirópolis ter ficado em 69º lugar não atingiu a pontuação  mínima (acima de 80 pontos) para receber o certificado. Faltaram pouco mais de dois pontos para atingir a meta.

RECURSO – A  interlocutora de Junqueirópolis no PMVA, engenheira ambiental, Bianca Fazioni, explicou que a medida de ter entrado com recurso no Programa para reavaliação das notas do município, deve-se à discordância nos pontos de alguns itens avaliados, como por exemplo, o uso do solo, que obteve 5.35 pontos.

O item arborização urbana também teve nota considerada baixa, 5.79.

Ao contrário de diretivas como esgoto tratado que atingiu 9.34 pontos e resíduos sólidos que conseguiu a maior pontuação, 9.68.

Conforme Bianca o recurso ainda está análise no PMVA e o resultado deve sair em breve.

Caso seja favorável há grandes chances de Junqueirópolis subir na classificação e obter o selo Município Verde Azul.

Em 2017, Junqueirópolis ficou em 60º lugar entre os 645 municípios do Estado e apesar de não ter obtido mais de 80 pontos, ficou entre os dez municípios que mais evoluíram no estado no trato das questões ambientais.

Devido a essa evolução (171%), Junqueirópolis foi beneficiado com o repasse de R$ 210 mil para a aquisição de uma máquina retroescavadeira.

Em 2018, o município que ficou em primeiro lugar no Estado, foi São José do Rio Preto, com 94,65 pontos.

Da região, receberam os certificados, Adamantina (24º lugar, com 87.47 pontos), Sagres (35º lugar, 85,25 pontos) e Tupi Paulista (63º lugar- 80.41 pontos).

Abaixo as notas conferidas para Junqueirópolis no PMVA 2018

  • Arborização urbana: 5.79
  • Biodiversidade: 6.66
  • Conselho ambiental: 7.05
  • Esgoto tratado: 9.34
  • Estrutura e Educação Ambiental: 7.70
  • Gestão das Águas: 8.57
  • Município sustentável: 9.10
  • Qualidade do ar: 8.65
  • Resíduos sólidos: 9.68
  • – Uso do Solo: 5.35

 

Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

Agentes apresentam à Câmara manifesto contra más condições de trabalho e superlotação na penitenciária

Agentes de segurança penitenciária da unidade de Junqueirópolis, apresentaram aos vereadores na sessão da Câmara ...