00:00:00
Home / Cidade / Justiça decreta prisão preventiva de mãe acusada de tentar matar filha bebê
A acusada chega ao Fórum para audiência de custódia sob a guarda da Polícia Civil

Justiça decreta prisão preventiva de mãe acusada de tentar matar filha bebê

 

O juiz da Comarca de Junqueirópolis, Marcelo Luiz Leano, decretou na tarde desta quarta-feira, 13/3, em audiência de custódia no Fórum, a prisão preventiva de Mirella Navarro de Lima Viotto, 39, acusada de ter tentado matar a filha de seis meses por asfixia na tarde de terça-feira, 12, na Santa Casa de Junqueirópolis onde  a criança estava internada recebendo atendimentos médicos.

A acusada foi presa no começo da noite de terça-feira, 12, ao ser surpreendida por enfermeiras e outra testemunha, uma mãe  que acompanhava o filho que estava internado  no mesmo quarto da bebê.

De acordo com  depoimentos de testemunhas à Polícia,  Mirella foi surpreendida tentando sufocar a criança enquanto a amamentava no quarto da Santa Casa.

Mirella é acusada de tentativa de homicídio contra a filha de seis meses

A criança continua internada  e seu quadro é de melhora. Ela está recebendo doações de fraldas, roupas e alimentos por parte da comunidade.

A bebê estava com duas costelas fraturadas, suspeitas de agressões cometidas pela mãe. Testemunhas também informaram que a bebê apresentava marcas de violências físicas pelo corpo como  nos pés, braços e partes íntimas,  além do peso estar bem abaixo do normal.

Após a audiência de custódia a acusada voltou para a cadeia feminina de Dracena onde foi encaminhada na noite de terça-feira, após a prisão em flagrante, determinada pelo delegado de Polícia, Eliandro dos Santos.

A prisão preventiva, de acordo com site Jus Brasil, não possui prazo para a sua duração determinado em lei, mas deve atender aos princípios da proporcionalidade e necessidade.

A Polícia Civil instaurou o inquérito para apurar os fatos  com 30 dias para ser concluído, prazo que pode ser estendido. Depois de pronto é encaminhado ao Ministério Público que poderá oferecer à Justiça denúncia de tentativa de homicídio contra Mirella.

Após audiência no Fórum, Mirella é conduzida de volta para a cadeia feminina de Dracena
Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

Premiações da 15ª Fenabb Cultural

O concurso 15ª Semana Fenabb Cultural, reuniu trabalhos  de redação e desenhos, com o tema ...