00:00:00
Home / Cidade / Junqueirópolis é contemplada com mais um canal de rádio em FM
Élio Rodrigues, diretor da Rádio Junqueirópolis, explica o processo de migração para FM

Junqueirópolis é contemplada com mais um canal de rádio em FM

A Rádio Junqueirópolis AM (ondas médias), frequência 1570 khz, foi contemplada com o processo de migração para FM (frequência modulada). A inclusão foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 26 de fevereiro, em atendimento ao decreto nº 8.139/2013.

Em breve, a rádio mais tradicional da região, que está há mais de seis décadas no ar (desde 1953), vai operar no canal 252, frequência 98,3. Com a inclusão do novo canal, Junqueirópolis que já contava com o canal 204, frequência 88,7, passa a contar com duas emissoras em FM.

De acordo com o radialista Élio Rodriguês, diretor da Rádio Junqueirópolis, a faixa FM tem vantagens em relação à AM. “O FM apresenta melhor qualidade de áudio, redução de custos de operação e manutenção, além de facilitar a integração com os aparelhos digitais, como tablets e celulares”, informa Rodriguês.

O radialista explicou ainda que a migração das rádios que operam na faixa AM para FM visa fortalecer as emissoras que hoje são prejudicadas pelo abandono do dial AM. “Esse abandono é motivado pela presença de interferências na faixa que acabam inviabilizando a sintonia dessas estações por parte dos ouvintes. Quanto maior o centro, mais difícil é a captação. No FM essas emissoras terão uma sintonia mais fácil e uma qualidade de áudio superior, com menos ruídos e interferências”, acrescenta.

A migração das rádios AM para FM foi deflagrada por meio de um decreto assinado, em 2013, pela presidente Dilma Roussef. De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), 1.781 emissoras AM solicitaram a adaptação da outorga para FM.

A publicação da outorga que oficializou a Rádio Junqueirópolis ocorreu em 29 de abril de 1953.

PRÓXIMA ETAPA
Para oficializar a migração, a próxima etapa será assinar o Termo Aditivo de Contrato de Concessão, em Brasilía-DF. Depois de assinado, um projeto técnico de instalação da nova frequencia deverá ser apresentado à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) solicitando a permissão de uso.

Para migrar a faixa FM, segundo informou Élio Rodrigues, será necessário trocar seu sistema de transmissão de sinal, que inclui transmissores, antenas e equipamentos auxiliares. “Serão investidos, em média, mais de R$ 140 mil. Esse valor cobre o pagamento da adaptação da outorga e os custos de modificação de estúdio, incluindo o transmissor, antena e torre”, revela.

A expectativa é de que até meados deste ano o processo de migração da Rádio Junqueirópolis seja concluído.

fonte: Portal Fernando Ramos

Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

Igreja Evangelho Quadrangular promove 2ª Escola Bíblica de Férias

A Igreja do Evangelho Quadrangular de Junqueirópolis, promove de sexta-feira, 19, a domingo 21, a ...