00:00:00
Home / Cidade / Professora Daniela Bitencurti, falece em Angola
Daniela Bitencouti, faleceu nesta quinta-feira, em Ruanda, Angola, onde estava internada (foto- O Globo)

Professora Daniela Bitencurti, falece em Angola

A junqueiropolense Daniela Bitencurti Ruiz-Esparza, 42, professora na Universidade Federal de Sergipe (SE),  faleceu nesta quinta-feira, 27,  na cidade de Luanda,  capital de Angola, onde estava internada desde sexta-feira, 21, com quadro avançado de malária cerebral.

A professora Mirian Bitencourti,  irmã de Daniela, informou que o falecimento ocorreu  por volta das  5h horário do Brasil (9h em Angola) desta quinta.  A também irmã de  Daniela, Carina  já está em Luanda, acompanhando os  procedimentos no hospital,   assim como no  Consulado Brasileiro em Angola  tratando de questões que envolvem o translado do corpo . ” Ainda não há previsão do tempo que irá durar, explica Mirian”.

Conforme  reportagem de  emissora de tevê angolana, Daniela foi encontrada desacordada sexta-feira,  28,  na casa onde havia alugado para sua estadia em Luanda. Ela regressaria ao Brasil naquele dia mas  teve que teve internada às pressas na UTI de  uma clínica com o diagnóstico  avançado de malária cerebral.
Daniela estava em Angola, a convite de uma Universidade daquele país para proferir palestras relacionadas ao meio ambiente. Daniela era é filha  de Maria Luiza Pinheiro e Darcy Bitencurti,  era casada e não tinha filhos.

Daniela Bitencurti, era professora na Univerasidade Federal do Sergipe e estava em Angola a trabalho na área do meio ambiente

NACIONAL- A morte de Daniela, teve repercussão nacional, conforme matéria do jornal O Globo,  desta quinta-feira. Acompanhe abaixo.
“Morreu nesta quinta-feira a professora Daniela Bittencurti , da Universidade Federal de Sergipe (UFS) , que foi internada na semana passada em Luanda, capital da Angola, diagnosticada com malária . Ela foi encontrada desacordada na casa onde estava hospedada na última sexta-feira e levada para a Clínica Sagrada Esperança em estado grave. A informação do óbito foi confirmada pela família.
A professora trabalhava no Campus do Sertão e usou o período de férias na universidade para ir à Angola, no dia 30 de maio, e pretendia dar palestras voluntárias sobre tecnologias aplicadas ao meio ambiente. Daniela deveria voltar ao Brasil na última quinta-feira.

Alunos e professores da Universidade Federal de Sergipe fizeram uma campanha para ajudar Daniela a arcar com os custos médicos e para doação de sangue à professora no país. A Patricia Rosalba, amida de Daniela e professora da UFS informou que a comunidade acadêmica está de luto pelo que aconteceu.
A Dani uniu angolanos e brasileiros numa grande correte do bem. Era muito amada pelos alunos e muito querida pelos colegas. Ela amava ser professora. Tudo isso foi uma grande tragédia — lamentou Patricia.

Daniela era professora adjunta do Núcleo de Graduação em Educação em Ciências Agrárias e da Terra e professora permanente do Programa de Desenvolvimento e Meio Ambiente da UFS. O Campus do Sertão está localizado em Nossa Senhora da Glória, Sergipe.”, informa a reportagem.

O falecimento da professora Daniela, sensibilizou a comunidade junqueiropolense que nas redes sociais, expressaram  mensagens de lembranças e homenagens. Ela também está sendo homenageada pela Universidade Federal do Sergipe.

 

 

Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

PROMOTORA DE JUSTIÇA TITULAR É EMPOSSADA NO FÓRUM DA COMARCA

(Jornal A Notícia) -A promotora de Justiça, Jamile Tavares, 35, tomou posse como titular no ...