00:00:00
Home / Cidade / Vacinação antirrábica prossegue nesta semana mas doses continuam restritas
As vacinas estão limitadas nos postos, donos dos animais devem chegar cedo

Vacinação antirrábica prossegue nesta semana mas doses continuam restritas

 

Donos levam animais para vacinar no primeiro dia da campanha: somente 650 doses foram disponibilizadas

 

(Jornal A Notícia) – A Campanha de Vacinação Antirrábica em Cães e Gatos na zona urbana, começou quinta-feira, dia 1º, mas com doses limitadas em decorrência da redução na distribuição das vacinas pelo Ministério da Saúde, informa a Diretoria Municipal de Saúde.
Segundo a Vigilância Epidemiológica (VE) do município, “devido a problemas de reprogramação de entrega da vacina antirrábica para uso exclusivo em cães e gatos junto ao Ministério da Saúde, a campanha municipal seguirá as datas e pontos já definidos, porém o município possui apenas 650 doses da vacina, que serão distribuídas de forma igualitária nos postos”.
São sete postos de vacinação na zona urbana e somente recebem a vacina os primeiros a chegar, pois estão disponíveis somente cerca de 100 doses em cada posto.
São priorizados os primeiros animais levados pelos seus donos.
Em 2018, foram vacinados no município, conforme a VE, cerca de 3 mil animais, cães e gatos. A falta da vacina antirrábica neste ano atinge a maioria dos municípios do estado de São Paulo.
Na zona rural, a campanha foi realizada em todas propriedades imunizando cerca de 1,5 mil animais.
O anúncio sobre o limite de repasse das vacinas para os municípios ocorreu há poucos dias, após a campanha na zona rural ter sido concluída no município, informa a Saúde.

Junto com vacina é retirado amostra de sangue dos cães para exames de leishmaniose

LEISHMANIOSE- Junto com a vacinação, é feita coleta de sangue nos cães para realização de exame de leishmaniose visceral canina. A vacina e os exames são gratuitos.
O médico veterinário da Diretoria de Saúde, Wainer Chiari informou que os números da leishmaniose em cães ainda é alto no município, apesar de apontar redução na zona rural, com uma média de 10% dos cães infectados.  Já na zona urbana, explica o veterinário, a taxa é maior, cerca de 20%.
No momento da vacina é recolhida amostra sanguínea do animal que passa por um teste rápido e caso haja confirmação da doença a amostra é encaminhada ao Instituto Adolfo Lutz, em Presidente Prudente.
Havendo também aconfirmação também pelo Instituto, Chiari informa que o dono do cão é comunicado e a orientação é o sacrifício do animal.
SERVIÇO- Informações podem ser obtidas pelo fone 3841-9300 (Centro de Saúde).
Confira os postos de vacinação

ÁREA URBANA

DATA HORÁRIO LOCAL
01 e 02 de Agosto 08h30 às 15h00 ESF 1 – Rua Ipiranga, nº 540
07 e 08 de Agosto 08h30 às 15h00 ESF 4 – Rua Rio de Janeiro, nº 155
09 e 10 de Agosto 08h30 às 15h00 Praça Pioneiro – Campo Squar
15 e 16 de Agosto 08h30 às 15h00 ESF 2 e 7 – Rua São Salvador, nº 1.282
19 e 20 de Agosto 08h30 às 15h00 ESF 3 e 6 – Av. Latina, nº 555
21 de Agosto 08h30 às 15h00 Asilo
23 e 24 de Agosto 08h30 às 15h00 ESF 5 – Praça Álvaro de Oliveira Junqueira

Amostra sanguínea coletada do cão
Amostras passam por análises laboratoriais para detectar leishmaniose

 

Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

Vigilância registra 71 casos de dengue em 2019, dez importados

A  Vigilância Epidemiológica Municipal  (VE) informa que em 2019, no período de 1º de janeiro ...