00:00:00
Home / Cidade / Agentes apresentam à Câmara manifesto contra más condições de trabalho e superlotação na penitenciária
Funcionários da Penitenciária entregam documento aos vereadores

Agentes apresentam à Câmara manifesto contra más condições de trabalho e superlotação na penitenciária

Agentes de segurança penitenciária da unidade de Junqueirópolis, apresentaram aos vereadores na sessão da Câmara de segunda-feira, 12, 20h, manifesto relatando as dificuldades para o desempenho de suas atividades, devido a superlotação e más condições de trabalho no presídio.
No documento, os agentes expressam a preocupação nas áreas de segurança, disciplina e social da unidade e a superlotação carcerária na unidade.
SUPERLOTAÇÃO-Informam que o presídio tem capacidade para 792 presos quantidade que já chegou a 2,2 mil detentos. As celas, com capacidade para 6 a 8 sentenciados estão com  16 a 18.

A penitenciária, explicam possui quatro pavilhões e no momento está sendo implantada automação das celas que é  realizado em um pavilhão por vez,  aumentando  o número de sentenciados nos três pavilhões em funcionamento, o que reduz a capacidade total do presídio para  594 vagas. No entanto, informam que está com cerca de  1,6 mil detentos.
A superlotação, alertam os agentes, aumenta os riscos de segurança dos funcionários e citaram duas situações recentes contra os agentes que tiveram a vida em risco uma esganadura sofrida por um agente quando trancava celas no pavilhão 2 e a segunda a investida de um preso contra um funcionário com uma uma forma de espeto no pavilhão 4.
Os funcionários chamam a atenção outro problema que a superlotação acarreta,  dificulta extremamente no controle de contagem, movimentação e entrada dos visitantes, o que agrava com o déficit de funcionários  . “A superlotação degrada o cárceree, aumenta a  proliferação de doenças contagiosas, colocando em riscos funcionários, visitas e os presos. Outro ponto que abordam em consequência das condições de trabalho  são os casos de servidores que precisam de licença médica  para atendimento psicológico.
CÂMARA – Após a leitura do manifesto o presidente da Câmara, Marcos Ruiz, em nome dos vereadores expressou apoio às reivindicações dos agentes e informou que cópias dos manifestos com assinaturas dos nove vereadores serão encaminhadas ao governador do Estado, João Dória, aos deputados estaduais da região, Ed Thomas, Mauro Bragato e Reinaldo Alguz, ao secretário estadual da Admnistração Penitenciária (SAP), Nivaldo César Restivo e ao diretor do Departamento Estadual de Execuções Criminais (Decrim) de Presidente Prudente, Luiz Augusto Esteve Mello.
“Essa é a forma de somarmos esforços para reverter a situação de flagelo que se encontram os presídios em todo o país e no nosso caso específicos, as condições de trabalho relatadas pelos agentes da unidade de Junqueirópolis”, informou. Na sessão estiveram presentes o prefeito Hélio Furini e a vice, Sofia Rodrigues.

No site da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) consta que a pentenciária de Junqueirópólis tem capacidade para 873 detentos e a população carcerária no último dia 7/8, quarta-feira, era de 1.506 presos.

 

Servidores da penitenciária acompanham sessão da Câmara

 

Penitenciária de Junqueirópolis, superlotação acarretam problemas denunciam funcionários
Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

Vigilância registra 71 casos de dengue em 2019, dez importados

A  Vigilância Epidemiológica Municipal  (VE) informa que em 2019, no período de 1º de janeiro ...