00:00:00
Home / Cidade / INSETICIDA É APLICADO EM BUEIROS E VALAS NO COMBATE AO PERNILONGO, INFORMA VIGILÂNCIA

INSETICIDA É APLICADO EM BUEIROS E VALAS NO COMBATE AO PERNILONGO, INFORMA VIGILÂNCIA

(JORNAL A NOTÍCIA) – A Vigilância Epidemiológica Municipal  (VE) informa que encerrou na última quarta-feira, 3011, a aplicação de inseticida contra os pernilongos em todos os bueiros e valas da cidade.
Os trabalhos, explica a coordenadora da VE, Gláucia Damasceno Clemente dos Santos, começaram em setembro e se estendeu até outubro e cobriu 100% dos bueiros e valas. O tempo seco .
Os pernilongos incomodaram a população neste ano
LEISHMANIOSE- A coordenadora da VE informa também que nenhum caso de leishmaniose em humanos foi registrado nesse ano em Junqueirópolis.
Nos últimos dias 23 e 24 de outubro, Gláucia participou em Araçatuba da 1ª Oficina de Combate à Leishmaniose Visceral no Estado de Paulo, junto com representantes da VE da região, como Dracena e Paulicéia.
“Apesar de Junqueirópolis não ter registro da doença neste ano, na região há cidades onde foi constatada a leishmaniose em humanos”, acrescenta a coordenadora.

VE reforça à população os cuidados contra o escorpião neste período do ano

ESCORPIÕES-Outro risco à saúde pública, principalmente neste período de chuva e calor que se aproxima, é o escorpião amarelo, cuja incidência aumentou em todo o estado de São Paulo e várias regiões do país.
Segundo a coordenadora da VE, são registrados por semana, de dois a três casos de localização do escorpião na cidade. “Os agentes vão aos imóveis, fazem buscas ativas capturando os escorpiões e orientam os moradores sobre o manejo ambiental correto de entulhos, acúmulos de madeiras, frestas de paredes, onde o aracnídeo se abriga”, ressalta a coordenadora.
Gláucia Santos reitera que não há veneno comprovado pelo Ministério da Saúde que mata o escorpião. “A não ser que se aplique diretamente sobre o bicho um inseticida, caso contrário ele sobrevive”, explica.
O escorpião pode ficar até um ano sem sair do lugar e com aplicação do veneno ele somente deixa o local onde está escondido e vai para outro, informa a VE.
A Vigilância também vem registrando casos de picadas (acidentes) com escorpiões por moradores e os riscos aumentam nessa época do ano, com chuva e calor devido o aumento de baratas e besouros que são alimentos do bicho.

Coordenadoras do Meio Ambiente, Bianca Fazioni e da VE, Gláucia dos Santos, em seminário de manejo ambiental, em Marília
Comente com o Facebook !!

Sobre Gilmar Pinato

Jornalismo-Faculdade de Comunicação Social Helio Alonso- Rio de Janeiro (RJ), 1986- MTb 24.051 -Estágio Jornal O Estado de São Paulo (S.P. ag/dez.88). -Assessor de Imprensa Oficina Cultural Timochenco Wehbi (P.Pte-SP) -Repórter Jornal O Imparcial (P. Pte). -Produtor TV Fronteira- (P. Pte) -Repórter Jornal O Liberal, Araçatuba (SP), -Assessor de Imprensa Parlamentar- Assembleia Legislativa (Alesp). -Repórter Jornal Regional- Dracena (SP).

Veja Também

PROMOTORA DE JUSTIÇA TITULAR É EMPOSSADA NO FÓRUM DA COMARCA

(Jornal A Notícia) -A promotora de Justiça, Jamile Tavares, 35, tomou posse como titular no ...